México: As Pontes de Königsberg

Resenha nº 37: As Pontes de Königsberg –David Toscana

Olá, pessoal! A resenha de hoje é sobre o livro do autor mexicano David Toscana, nascido em Monterrey, local que serve como pano de fundo para a história.

Não vou mentir, a capa e o título do livro me intrigaram muito, o vermelho e o desenho da menina em uniforme escolar segurando um míssil provocam um grande contraste.

O título remete a um problema matemático do século XVIII resolvido por Euler, que originou um novo campo de estudo na matemática. Fiquei curiosa para descobrir como esses elementos estavam ligados.

O livro se passa na cidade de Monterrey, no México, e tem 2 narradores: o jovem Gortari, cuja irmã desapareceu em uma viagem de escola, e que conta a história em primeira pessoa. O outro é um narrador em terceira pessoa, mas que conta a história sob o ponto de vista de três bêbados da cidade: Floro, Blasco e o Polaco.

Boa parte da história de Gortari se passa com sua professora de escola delirante, que alega ser de Königsberg. A história não tem nada a ver com o problema matemático, na verdade, “Monterrey” (México) e “Königsberg” (Prússia) significam “montanha do rei”.

Em decorrência dessa coincidência interessante vários paralelos são feitos entre as duas cidades, inclusive é possível sentir o fervor da professora em seu desvario, mas achei muito chato acompanhá-los.

Os três bêbados estão assim na maior parte do tempo. O Polaco é quieto e apático, ele não interage com o ambiente. Floro tenta emplacar uma carreira de ator, mas a cada tentativa se torna mais decadente. Blasco é um conquistador fracassado e destrata a esposa.

Em resumo, a diagramação e design do livro (interna e externamente) são ótimos, mas a história… Parece que o autor anda em círculos e não chega a lugar nenhum. São boas premissas, mas nada acontece, nenhuma mensagem relevante foi passada. Senti que foi uma perda de tempo, infelizmente.

Esse não foi o único livro que me decepcionou nesse ano, Lagarto Rey também entregou menos do que prometia. Para acabar essa resenha em um clima mais animado, deixo aqui um livro policial instigante e que eu só li por conta do desafio: O Silêncio do Túmulo. Boas leituras e até a próxima semana!


Ficha Técnica:

Autor: David Toscana

Editora: Casa da Palavra

Ano: 2012

Adicione o livro no Skoob!



Categorias:Livro completo, Países, Resenha, Romance, Sem categoria

Tags:, , , , , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: