América

Boca do Inferno

Ana Miranda é uma atriz e escritora brasileira, que recebeu o Prêmio Jabuti na categoria Revelação de Romance, com Boca do Inferno. O romance é ambientado na Salvador do século XVII, a autora fez uma extensa pesquisa sobre o Brasil da época e romanceou a história de alguns personagens históricos, como o poeta Gregório de Matos e o jesuíta Antônio Vieira. Conheça mais sobre o livro no link!

Bartleby, o escriturário

Essa não é uma história de grandes acontecimentos, por vezes, a história assume um tom cômico. Em outras, faz uma análise profunda da personalidade de cada personagem. Em outras ainda, mostra como nos deixamos influenciar pela opinião de nossos pares. Entretanto, Bartleby é uma figura enigmática, calada e que se torna completamente apática no decorrer do livro. Conheça mais sobre a história no link!

Antígua e Barbuda: Lucy

Lucy, obra da caribenha Jamaica Kincaid, retrata relações familiares – em especial, de mãe e filha – e a recordações de sua terra natal. A narrativa autobiográfica conta a história da filha renegada enviada para um lugar novo e desconhecido. Clique no link para saber mais!

Bahamas: An Evening in Guanima

An Evening in Guanima: a treasury of folktales from the Bahamas, escrito por Patricia Glinton-Meicholas, reúne cerca de 10 fábulas inspiradas nas histórias ouvidas pela autora em sua infância. Esse livro é um tributo às raízes de sua ilha, para que as histórias não se percam. Espero que tenham gostado dessa resenha e se interessem por essa cultura!

Como Falar em Público e Influenciar pessoas no mundo dos negócios

Dale Carnegie é autor de vários best-sellers, os mais famosos são Como Fazer Amigos e Influenciar Pessoas (1936) e Como Evitar Preocupações e Começar a Viver. Como Falar em Público e Influenciar Pessoas no Mundo dos Negócios (no original, The Quick and Easy Way to Effective Speaking) é um manual para melhorar as habilidades de comunicação para grandes grupos. O conteúdo é dividido em 5 partes, em que cada capítulo apresenta lições com exemplos para aplicação. No fim de cada parte, é apresentado um resumo dos tópicos abordados.

Dominica: Vasto Mar de Sargaços

Vasto Mar de Sargaços é a maior obra de Jean Rhys, uma escritora dominiquesa que emigrou para a Inglaterra aos 16 anos. A obra é inspirada no clássico Jane Eyre, escrito por Charlotte Brontë, uma obra importantíssima para a literatura mundial. Porém, pouco se fala de Bertha, a esposa louca do senhor Rochester. A obra de Jean Rhys é justamente sobre essa personagem secundária que assombra a vida dos protagonistas de Brontë. Não perca essa resenha!

Santa Lúcia: Omeros

Omeros é a obra mais famosa do ganhador do Nobel de literatura de 1992, o santa-lucense Derek Walcott. Este livro, publicado originalmente em inglês, contém um longo poema inspirado na tragédia grega da Ilíada, mas que discorre sobre a realidade dos caribenhos de Santa Lúcia e as cicatrizes deixadas pelo colonialismo, refletindo sobre a identidade de seu povo. Leia mais sobre a obra no link!

São Cristóvão e Neves: A Travessia do Rio

A Travessia do Rio, de Caryl Phillips, é uma obra muito interessante do ponto de vista histórico, que trata sobre a população africana escravizada e as consequências disso. A história é contada pelos dramas de Nash, Martha e Travis, irmãos separados simbolicamente por épocas e continentes. De seu sofrimento, ecoa o lamento de arrependimento de seu pai pela venda de seus filhos, alegoria ao continente africano.
Além disso, lemos o diário de bordo de um capitão traficante de escravos, contando sobre a diáspora africana de diversos pontos de vista. Para conhecer mais sobre essa obra, acesse o link!

Honduras: Prisión Verde

Prisión Verde é um grito de indignação contras as condições precárias de trabalho nos bananais explorados pelas companhias estrangeiras em Honduras. Ramón Amaya Amador descreve sua experiência trabalhando em uma fazenda e é perseguido por suas revelações e tentativa de sublevar os trabalhadores. Conheça mais sobre esta obra de importante peso social no link!