Romance

Macedônia: A Irmã de Freud

Em homenagem ao setembro amarelo, trouxe um livro que aborda questões de saúde mental de um jeito sério e mais amplo. A resenha de hoje é sobre o livro A Irmã de Freud, que recebeu o Prêmio da União Europeia para a Literatura e já foi traduzido para mais de trinta idiomas. Clique no link e conheça!

Mês do amor: 5 romances para ler em junho!

Para comemorar o mês dos namorados, eu trouxe hoje algumas recomendações de livros de romance! Eu queria indicar alguns romances que eu li e gostei muito, mas que não vejo grande divulgação. A minha intenção é fazer você se aventurar um pouco mais nesse contexto literário e abrir sua mente, acho que essa é a missão desse blog. Clique no link e conheça mais!

Boca do Inferno

Ana Miranda é uma atriz e escritora brasileira, que recebeu o Prêmio Jabuti na categoria Revelação de Romance, com Boca do Inferno. O romance é ambientado na Salvador do século XVII, a autora fez uma extensa pesquisa sobre o Brasil da época e romanceou a história de alguns personagens históricos, como o poeta Gregório de Matos e o jesuíta Antônio Vieira. Conheça mais sobre o livro no link!

Dominica: Vasto Mar de Sargaços

Vasto Mar de Sargaços é a maior obra de Jean Rhys, uma escritora dominiquesa que emigrou para a Inglaterra aos 16 anos. A obra é inspirada no clássico Jane Eyre, escrito por Charlotte Brontë, uma obra importantíssima para a literatura mundial. Porém, pouco se fala de Bertha, a esposa louca do senhor Rochester. A obra de Jean Rhys é justamente sobre essa personagem secundária que assombra a vida dos protagonistas de Brontë. Não perca essa resenha!

Honduras: Prisión Verde

Prisión Verde é um grito de indignação contras as condições precárias de trabalho nos bananais explorados pelas companhias estrangeiras em Honduras. Ramón Amaya Amador descreve sua experiência trabalhando em uma fazenda e é perseguido por suas revelações e tentativa de sublevar os trabalhadores. Conheça mais sobre esta obra de importante peso social no link!

Barbados: More

More é uma obra de grande valor social, pois discute as dificuldades impostas aos imigrantes em países desenvolvidos, representados por Idora. O racismo, a violência gratuita e a difamação da mídia são alvo de críticas. Confira a resenha completa no link!

Costa Rica: El Moto

El Moto é uma obra pioneira, considerada a primeira novela da Costa Rica. Com um enredo simples, o livro mostra o cotidiano da vida no campo de modo realista. Quer saber mais? Acesse o link e descubra!